20 de novembro de 2017
Home | NOVIDADES | Inovação | A ciência precisa de você!
Computação Compartilhada

A ciência precisa de você!

Isso mesmo que você leu. A ciência precisa de você. Mais precisamente, do tempo ocioso do seu processador.

Você já ouviu falar sobre computação voluntária?

Se a sua resposta for não, saiba que isso ocorre a mais tempo do que você imagina. Mais precisamente desde 1999, quando um programa chamado SETI@Home foi lançado e se tornou rapidamente a maior rede computacional distribuída jamais construída até a época.

Um pouco de História

O SETI, que é a sigla para Search for Extraterrestrial Intelligence (Busca por Inteligência Extraterrestre), é um projeto que tem por objetivo a constante busca por vida inteligente no espaço. Uma das abordagens, denominada radio SETI, visa analisar sinais de rádio captados por radiotelescópios.

Como o volume de dados obtidos pelo SETI era extremamente maior que o poder de processamento do projeto, e obter mais poder de processamento significava uma quantia exorbitante de dinheiro, nasceu a ideia de criar um programa que distribuía pequenos trechos que podiam ser analisados por computadores pessoais comuns. Para isso, o projeto conta com a participação voluntária dos internautas, que “emprestam” o tempo de processamento de seus computadores para a análise desses sinais de rádio.

Primeiro SETI@Home era um screensaver.
Primeiro SETI@Home era um screensaver.

E assim nasceu o conceito de computação voluntária, que evoluiu e hoje não procura apenas extraterrestres, mas tem sido uma ajuda fundamental em muitos outros projetos como:

  • Einstein@Home — Busca por estrelas de nêutrons (pulsares) e ondas gravitacionais
  • LHC@home — Ajuda os cientistas do CERN a simular a trajetória de partículas para ajustar os equipamentos num novo acelerador de partículas
  • Malaria Control — Idealizado para prever as possíveis epidemias na África (Malária).
  • Orbit@home — Monitora a possibilidade de impactos de objetos próximos à Terra
  • Predictor@home — Visa a prever estruturas de proteínas a partir de suas sequências
  • QMC@Home – (Quantum Montecarlo at Home), projeto de Química quântica que tem por objetivo analisar os pares-base do DNA
  • World Community Grid — Busca avançar nossos conhecimentos sobre doenças humanas (em especial o Câncer e a AIDS)

E estes são apenas alguns exemplos.

Ótimo, mas como posso ajudar?

Caro leitor, tem certeza que esta pronto para o mundo da ciência?

Boinc Logo

O caminho é fácil. Basta baixar e instalar o BOINC (Berkeley Open Infrastucture For Network Computing), a plataforma usada pelos projetos citados acima e muitos outros, incluindo o SETI@Home.

Hoje a plataforma atende a quase todos os sistemas operacionais e também a plataforma Android, onde uso o BOINC.

No Android, funciona da seguinte forma: o programa, depois de instalado e configurado, começa a funcionar automaticamente a partir do momento que o seu telefone está carregando e que a sua bateria tenha mais do que X% de bateria, no meu caso, configurei para 90% da carga. Após o telefone alcançar os 90% de carga da bateria, começa a funcionar e fazer o processamento.

Sobre os dados utilizados, o pacote é pequeno e você pode fazer o download pela WiFi (também configurável), ou seja, não é algo para se preocupar.

Assim que eu ativar no telefone, saindo do modo de espera o programa para de fazer a análise e seu telefone volta a funcionar normalmente.

Lembrando que por mais nobre que seja a atitude, também tem o lado negativo. Seu dispositivo irá gastar mais energia, já que o mesmo estará processando no seu tempo ocioso onde na verdade deveria estar economizando. Por isso deixo a dica do celular, além da troca de aparelho ser mais rápida.

Agora é com você, o poder de ajudar a ciência está ao seu alcance!

Sobre Allan Oliveira

Allan Oliveira
Desenvolvedor, publicitário, entusiasta, gamer, um eterno curioso de mente inquieta, aficionado em Sci-Fi e animes. Montou muito computador, consertou diversas impressoras até atingir seu patamar atual. Atualmente possuiu o know-how com vasta experiência na criação e desenvolvimento web. Hoje atua principalmente como desenvolvedor e consultor em novas tendências, depois da tecnologia sua grande paixão é a astronomia.

Check Also

Criolo no Cinema [Vídeo-Entrevista]

  Criolo é um grande músico, seus álbuns de uns anos pra cá tem feito ...

2 comments

  1. Bruno Auriema

    Usei o SETI durante muito tempo! Lembro que no começo até deixava o computador (na época um Pentium 4) ligado a noite toda na tela de descanso pra ajudar a ciência haha! Tinha até esquecido isso!

    • Allan Oliveira

      Somos dois, inclusive, conheci em um desses cd´s que vendia na banca com a revista, até levar uma bronca do tamanho do sistema solar dos pais, que gastava energia.

      E a esperança de você achar um sinal?!?! D+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *