20 de novembro de 2017
Home | NOVIDADES | Tecnologia | Apps para ser mais leve

Apps para ser mais leve

Oi. Eu sou a Tathy e estou nas colunas de Literatura e Educação. MAS, como nenhum homem é uma ilha, resolvi dar uma passeada pela coluna dos outros e escrever um pouco sobre a minha experiência com alguns aplicativos que estão me ajudando a viver uma vida mais leve e melhor curada.

(O texto original está no meu blog pessoal – Vivendo os 30 e tantos)

Não tem por onde. As tecnologias estão aí para serem vistas. Claro que elas podem complicar muito a vida da gente, com os incontáveis grupos de WhatsApp ou discussões ou péssimas notícias colocadas no Facebook. Aliás, tenho pensado muito em como limitar o Facebook… tirei as notificações do telefone para levar momentos com menos distrações.

De toda forma, a busca por uma vida mais leve e que faça margem a este mundo de corrida de ratos que vivemos vem me levado a coisas muito interessantes. E por incrível que pareça, foi numa conversa ótima via Messenger e WhatsApp que parte deste conteúdo nasceu – conversa, aliás, que merece um escrito só para ela. Breve… Enfim. O fato é que faz uns 3 meses já que a mudança de estilo de vida está presente neste blog e nesta vida. O encontro com o minimalismo e com mindfulness, ou seja, uma atenção e não julgamento do que acontece e de como nos sentimos, vem me ajudado a fazer escolhas melhores para mim e para aqueles à minha volta. Evidentemente tudo isso tem um custo e um desafio. Mas, talvez seja o mesmo que tenha começado quando decidi que a religiosidade corrente no Brasil, por exemplo, não serve para  mim.

De qualquer forma, pensar na vida não é simplesmente ficar olhando para o ar e imaginando o que aconteceria se X ou Y se dessem. Significa dar sentido e significado às ações e pensamentos promovidos e refletir se elas se encontram com os princípios que temos nas nossas vidas. Se ressonam com as virtudes que acreditamos.

Meus valores, além de uma espiritualidade bem curada, um cérebro exercitado pela Arte Literária – e outras – é fazer o melhor para desenvolver as Virtudes Cardinais, de acordo com Platão: Força, Temperança, Prudência e Justiça – em breve, um escrito sobre elas também. E por meio delas, atuar no mundo de forma ética e adequada… favorecendo o crescimento de todos.

E o que isso tem com aplicativos de telefone celular que, vira e mexe, tomam um tempo tremendo da gente, causando até ansiedade ou letargia? Bem… se as coisas forem usadas com sabedoria e moderação, alguns deles podem ser de uma ajuda imensa. O mundo ficou enorme… e com essa vastidão, a possibilidade de encontrar pessoas cujas ideias e jornadas ecoam com a sua. Tira o sentimento de solidão e traz ideias novas ou reforça algumas que já estão cozinhando em nossas cabeças. Assim, apresento os 3 – ou 4 – aplicativos que estão me ajudando numa pequena revolução interna; que podem ajudar você também.

IMG_0296

Lifesum: http://jobs.lifesum.com

Basicamente, ele é um monitor de calorias, exercício e água. Nada de mais, certo? Certo… porém, observar o quanto de água você toma por dia e o que você vem ingerindo em termos de calorias x nutrientes pode ajudar grandemente a fazer escolhas melhores para suas refeições. Comer melhor faz o corpo funcionar melhor. E um corpo que funciona melhor carrega melhor o cérebro e a alma que estão dentro deles. Além disso, tem as questões mundanas como mostrar o quanto de exercício você faz por dia, sugere formas novas de alimentar-se e marca o desenvolvimento de um processo de emagrecimento – se for o caso. Você pode ter uma conta Gold, custa cerca de 40 dólares por ano. Eu tenho me virado bem com a conta básica. Estou usando faz 3 meses.Aliás, você pode me adicionar como amiga e juntos podemos nos incentivar e ajudar – estou lá como Pietra Luna.

Disponível para Android, iOS e plataforma no site Lifesum.

 

Headspace: https://www.headspace.com

Um app que ajuda, em pequenos passos, a fazer meditações e como podemos ajudar a nossa mente a se limpar de uma porção de pesos e distrações. Com a narração agradável de Andy e animações, ele nos guia em uma jornada básica de 10 dias explicando como a meditação e a mente funcionam, acalmando e mudando a nossa frequência de pensamentos – sim, eles vão continuar lá. O legal é que aprendemos que não precisamos vigiar nossa mente o tempo todo. Isso estressa. Aprendemos, na verdade, a observar nossos pensamentos sem julga-los, e assim, tomar atitudes menos impulsivas e reconhecendo o que acontece conosco.

O único senão desse aplicativo é que tudo está em inglês. O que também pode ser um incentivo para aprimorar-se na língua de Shakespeare =)

Disponível para Android, iOS e nos dispositivos da Amazon.

 

YOU: https://you-app.com

Minha descoberta mais recente e uma paixão latente. A proposta, além de ser uma rede social despoluida, é que por meio de pequenas mudanças, conseguimos nos engajar num viver muito melhor e mais significativo. Assim, ao se cadastrar lá – e funciona somente via aplicativo – você recebe pequenas lições sobre micro ações a serem tomadas diariamente que ajudam a refletir sobre como nos sentimos, vivemos, nos alimentamos, cuidamos de nossos relacionamentos. A comunidade que participa parece bastante ativa e pessoas do mundo todo ajudam com pitacos e palavras para nos fazer pensar. Como nossas ações e progressos são registrados por fotos, uma das regras da comunidade é não competir, mas apoiar. Pelo menos, por enquanto, o que venho encontrado são pessoas que parecem estar numa vibe de, legitimamente, querer mudar para uma vida mais simples, significativa e mais bem curada – quero muito.

Disponível para Android e iOS.

Por fim, eu não acho que essas mudanças todas de estilo de vida, de life style se preferirem, são um fim em si. São passos de uma jornada para uma estada nesta terra de minha Gaia mais leve. Eu realmente não estou me propondo a uma vida cor de rosa. Até gostaria, para falar a verdade. Mas, uma que dê importância ao que tem importância e não às urgências vazias do cotidiano.

Não é fácil. Viver uma vida mais bem curada, mais atenta pede muito mais do seu cérebro, do seu ser e das suas escolhas. Esbarra fortemente em esteriótipos, comportamentos enraizados dentro de nós e na cultura material que vivemos. No entanto, já que estamos aqui… temos a possibilidade de ter um computador, um smartphone por que não usa-los para o bem. O nosso bem. Afinal de contas, pessoas melhores, com vidas significativas fazem suas comunidades melhores e mais significativas.

Obrigada a quem leu o “textão” até aqui. E espero ter minimamente ajudado para uma vida mais bem curada!

Tathy

Sobre Tathy Morselli

Tathy Morselli
Tathy é professora, escritora e tradutora. Estudou Pedagogia e fez pós-graduação em Estudos Literários. Tem uma biblioteca razoável, um Kindle debaixo do braço e sempre uma câmera na mão. Acredita que desassossegar as pessoas leva a visões e pensamentos mais profundos sobre o mundo que nos cerca.

Check Also

Stanford publica o primeiro relatório dos próximos 100 anos de estudos sobre INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL.

O primeiro relatório de 100 Anos de Estudos em Inteligência Artificial (AI100) iniciado em 2014, é um estudo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *