20 de novembro de 2017
Home | URBANO | Meio Ambiente | Benchmarking Brasil 2016

Benchmarking Brasil 2016

Indicadores

Dia 30 de junho aconteceu no Tribunal Regional Federal da 3a Região, o “Dia Benchmarking, Compartilhar para Crescer” (Bench Day), também conhecido como o Ranking 2016 dos Legítimos da Sustentabilidade, selecionados pelo Programa Benchmarking Brasil – uma iniciativa pioneira e líder na certificação das melhores práticas socioambientais.
O “Dia Benchmarking, Compartilhar para Crescer” (Bench Day) foi aberto pela Presidente do Ta Desembargadora Federal Dra Cecília Marcondes que reafirmou a importância das boas práticas para o desenvolvimento sustentável, fundamentado no equilíbrio socioeconômico e ambiental.
A idealizadora do Programa, a especialista e ambientalista Marilena Lavorato disse que a sustentabilidade se tornou uma nova fronteira de inovação, e que o programa desenvolveu uma metodologia capaz de identificar a legitimidade dos que nela atuam com base na excelência de suas práticas.
“Trabalhamos exclusivamente com práticas socioambientais , ou melhor, com a excelência destas boas práticas. Destacou a pluralidade e capacidade agregadora do programa para ser coerente com a vocação do tema que é de interesse difuso, e finalizou afirmando “Sem boas práticas, a sustentabilidade não existe. Fica restrita a retórica“, disse Marilena
Benchmarking Brasil – Inteligência Coletiva em Sustentabilidade
Durante mais de 10 horas, especialistas, ativistas, lideranças e profissionais da área socioambiental de todo país estiveram reunidos num ambiente interativo de exposições, troca de experiências e conteúdos práticos. Cases, Aplicativos, Projetos, vídeos e arte fizeram parte deste efervescente dia pela difusão e incentivo a adoção das boas práticas de sustentabilidade.
Foram certificados: 20 cases, 5 aplicativos, 5 projetos de inovações verdes, e 5 obras de arte sustentável, além do reconhecimento e homenagem a personalidade cuja trajetória deixará um legado para as próximas gerações. Benchmarking Brasil mais uma vez mostrou o lastro da sustentabilidade, as suas boas práticas.
Conheça agora o ranking, seguido da instituição ou empresa que elaborou e tema do projeto!

Ranking Benchmarking 2016 – Senior
1 Itaipu Binacional (PR): Biodiversidade Nosso Patrimônio
2 CEAGESP (SP): Reduzindo o Desperdício
3 CAIXA (DF): Geração de Renda e Energia
4 FURNAS (RJ): Furnas Educa
5 Dana Brasil (RS):Fertirrigação Beneficia Rio
6 Fundação Alphaville (SP):Dilema Comum, Solução Compartilhada
7 ALUMAR (MA):Ações Ecológicas em Manguezal
8 Casa da Moeda do Brasil (RJ): Produção sustentável
9 Biosev (SP): Programa de Segurança Veicular
10 Instituto Embratel Claro (RJ): REDE + CRIANÇA
11 Cargill Agrícola SA (SP):Prêmio Cargill – Uso Racional da Água
12 Copel GeT (PR):Museu: 15 anos de história
13 Instituto do Câncer (SP):Retorno de Medicamentos ao Estoque
14 Grupo Neoenergia (RJ):Programa Diálogo Neoenergia
15 Labor Educacional (SP): Educação e Sustentabilidade
16 Fundação Vunesp (SP):Sistema Agroflorestal Rikwil
17 Biosev (SP):Prevenção de Incêndios

Ranking Benchmarking Indicadores 2016
1 Itaipu Binacional (PR):Cultivando Água Boa – na Bacia Hidrográfica do Rio Paraná III.
2 Grupo Fleury (SP):A Experiência de implantação de uma unidade Sustentável em uma empresa de saúde.
3 CAIXA (DF): Projeto Ilhas de Impressão

Ranking Benchmarking Junior 2016
1 SENAI Mauá: Casca de Arroz
2 ETEC Getúlio Vargas:Bloco Ecológico – Entulho Civil e Bagaço de Cana
3 Escola SENAI “Almirante Tamandaré”:Projeto Armário para Deficientes
4 Escola SENAI “Jorge Mahfuz”: Monitoramento Eletrônico e Comando Hídrico Residencial
5 ETEC Bento Quirino: Solução para tratamento de água em cisternas

As apresentações dos projetos do Benchmarking Junior foram ótimas!! É muito bom ver que jovens de escolas técnicas públicas desenvolvem projetos sustentáveis, inovadores, simples, mas eficientes.

Ranking Hackathon MAIS 2016
Instituição de Ensino                                            Aplicativo
1 Escola Senai “Antonio Souza Noschese”          Green Maps
2 Escola Senai “Antonio Souza Noschese”         Cadê o Óleo?
3 Universidade 9 de Julho                                     Banco Imobiliário de Resíduos
4 Universidade Presbiteriana Mackenzie           ReciclApp
5 Universidade Anhembi Morumbi                     Foto Lixo

Ranking Benchmarking das Artes 2016
Obra                                                    Artista
1 Dom Quixote Sustentável   Claudinei Roberto Nanzi
2 O Cavalo                                Marcelo Pszybylski
3 Tatu                                       Bola Jota Azevedo
4 Painél Decorativo Etnico   Cacá Brasil
5 Perséfone                              Daniel Neiva Leme

Eu fui uma das juradas do Benchmarking das Artes deste ano, tarefa pra lá de difícil, diante a tantas obras lindas, criativas com reutilização de materiais.

WP_20160630_17_34_41_Pro
Eu, no meio de alguns artistas premiados no Bench de Arte, coordenadores e outros jurados

Foi um evento muito enriquecedor… é bom ver que existe preocupação ambiental, e que muitos bons projetos são elaborados e colocados em prática.

Parabéns a todos selecionados, independente do ranking!
13529012_1284030808288806_6831905855560617839_n
Marilena Lavorato, Morgana e Érica Sena

Obrigada Marilena Lavorato, do Instituto Mais,  pelo convite e pelo carinho com meu trabalho, e a toda equipe.

Parabéns pelo trabalho!

Érica Sena: bióloga, gestora ambiental, educadora, especialista em Tecnologias Ambientais, blogueira, palestrante.

Blog Pensar Eco http://pensareco.blogspot.com

https://www.facebook.com/erica.sena1

https://www.facebook.com/pensar.eco1/

 

Sobre Érica Sena

Érica Sena
ÉRICA SENA Criadora e responsável pelo Blog Pensar Eco, é lógico! (2009) FORMAÇÃO • Bacharelado e licenciatura em Ciências Biológicas- Universidade Mackenzie 1993-1997 • Bacharelado em Gestão Ambiental- FMU- 2007-2009 • Especialização em Tecnologias Ambientais- FATEC 2001-2003 Email: ericasena.ambientalista@yahoo.com.br

Check Also

Você faz parte de luta, arregace as mangas e mude suas atitudes em 2017!

Não penso que a saída para a humanidade seja o retrocesso, ou seja, voltar ao ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *