18 de dezembro de 2017
Home | COMPORTAMENTO | Educação | Dia Internacional das Mulheres e Meninas nas Ciências

Dia Internacional das Mulheres e Meninas nas Ciências

Vamos comemorar! Neste 11 de fevereiro, foi instituído pela Nações Unidas, o Dia Internacional das Mulheres e Meninas nas Ciências.

Apenas mais um dia de mulheres ou para celebrar minorias? Não! Um dia para relembrar as grandes conquistas das mulheres nas áreas científicas e para inspirar mais meninas a seguirem este tipo de carreira.

Geralmente, espera-se que as meninas se empenhem em disciplinas escolares do humanismo: idiomas, História, Geografia, Artes… Espera-se também que elas tenham menos sucesso em conteúdos matemáticos, lógicos e investigativos. Pois bem: inteligências não relacionam-se com o gênero do estudante. Infelizmente, isso acontece com os meninos, afinal de contas, conta-se nos dedos quantos alunOs entram em cursos de Pedagogia, por exemplo… o mesmo, para o número  de alunas para Engenharia.

Mas, o tempo passa. E quem sabe, as “restrições” de gênero, também. Os avanços da Ciência não dependem dos homens ou das mulheres. Elas dependem de uma oportunidade igual de desenvolvimento de pesquisas e de crédito no que se faz.

Infelizmente, sabemos que ainda as mulheres sofrem preconceito e muito ainda se ouve, para as meninas que isso ou aquilo não é para elas. Os meninos também ouvem as mesmas bobagens. Pois bem, vamos aproveitar um dia como o esse para incentivar quem tem amor e curiosidade pelo mundo que nos cerca, que sigam mais e mais fundo e marquem seus nomes no desenvolvimento da Ciência em suas diversas áreas.

12694925_1697541567155090_3472288342231434065_o

Ainda, o ensino de Ciências nas escolas não é necessariamente estimulante. Para meninos e para meninas. O que acontece é que, até o Ensino Fundamental, as crianças são estimuladas em suas questões e buscam, com o intermédio dos professores, respostas e descobertas que podem ajuda-los a entender o mundo a sua volta. A medida com que o Ensino Fundamental passa a correr, os professores polivalentes acabam centrando-se nos currículos de linguagem – e quiçá, Matemática – querendo o sucesso de seus alunos centrando-se em sua alfabetização. Professores polivalentes não são exatamente treinados para o ensino das Ciências, então determinados assuntos passam a ser explorados apenas pelos livros didáticos do que vistos pelo cotidiano dos alunos. Depois, no Ensino Fundamental 2 e no Ensino Médio, professores especialistas tomam esse lugar. Eles são treinados em seus campos, mas… e a questão pedagógica e didática? Assim, corre-se o risco de ter um professor que saiba muito de sua especialidade e pouco de como ensinar isso aos outros. Dessa forma, muito de Física, Química, Biologia fica deixado para o que precisa ser sabido em testes, vestibulares…

A Ciência busca a verdade. Sobre o mundo que nos cerca. E nos ensina muitos jeitos de olharmos para ele e nos maravilharmos com o que acontece e como acontece ao nosso redor.

Vamos, hoje, olhar essas disciplinas com mais carinho. E para nossos alunos e alunas com mais carinho ainda e dizer: eu acredito em você. Quem sabe, uma de nossas pequenas não será a próxima a pisar na lua?

Tathy

Sobre Tathy Morselli

Tathy Morselli
Tathy é professora, escritora e tradutora. Estudou Pedagogia e fez pós-graduação em Estudos Literários. Tem uma biblioteca razoável, um Kindle debaixo do braço e sempre uma câmera na mão. Acredita que desassossegar as pessoas leva a visões e pensamentos mais profundos sobre o mundo que nos cerca.

Check Also

O dito cujo “rosa”

A escola não é e não pode tornar-se um local de senso comum. De bom ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *