21 de janeiro de 2018
Home | CULTURA POP | Cinema | Netflix lançará Hardcore Henry, ignorado pelos cinemas brasileiros

Netflix lançará Hardcore Henry, ignorado pelos cinemas brasileiros

hardcorehenryEm meados de março deste ano, fui convidado a participar da sala de imprensa do filme Hardcore Missão Extrema. Pra quem não sabe, a sala de imprensa é uma sessão exclusiva de determinado filme apenas para convidados que vão poder dar sua opinião antes da película estrear. Enfim, o fato é que esse ótimo thriller que mistura ficção científica e ação extrema, acabou tendo seu lançamento adiado por 3 vezes e por fim foi cancelado nos cinemas brasileiros. Me lembro que a época fiquei muito decepcionado pois eu tinha gostado bastante do longa, mas não poderia comentar sobre um filme que não estrearia.

Eis então que fomos surpreendidos novamente pela Netflix que anunciou o lançamento de Hardcore Henry, título em inglês, para o final de Agosto.

Realizado quase inteiramente com câmeras GoPro e plataformas customizadas, Hardcore Missão Extrema abandona completamente a maneira tradicional de filmagem substituindo-a por uma experiência crua e direta. O filme permite que o telespectador se torne o protagonista Henry, um ciborgue ressuscitado que vai viver uma jornada de tirar o fôlego.

“O cinema de ação sempre foi bem-sucedido ao capturar a sensação de participação em situações perigosas que a maioria das pessoas evitaria na vida real. Nosso objetivo com Hardcore Missão Extrema é alcançar um novo nível e levar a audiência diretamente ao corpo do protagonista, fazer com que experimente a primal e emocionante sensação em que geralmente nos colocamos a uma distância muito mais segura”, explica o diretor Ilya Naishuller.

O ator e também produtor Sharlto Copley conheceu Naishuller ao ver o seu clipe “Bad Motherfucker”, da banda Biting Elbows. “Eu assisti esse videoclipe várias vezes repetidamente. Não conseguia acreditar no que estava vendo! A ideia de estar em um filme assim foi fascinante para mim, visto que é algo realmente criativo e totalmente original”, disse o ator.

Cena do filme totalmente filmado em primeira pessoa

Hardcore Missão Extrema é narrado em primeira pessoa sob a perspectiva do ciborgue Henry, que após ser ressuscitado não lembra nada sobre o seu passado. Ele parte em uma missão para salvar sua esposa e “criadora” Estelle (Haley Bennett), sequestrada por Akan (Danila Kozlovsky, de Vampire Academy: O Beijo das Sombras), um guerreiro poderoso que planeja utilizar a tecnologia de Henry para criar soldados a partir de bioengenharia.

O diretor explora ao máximo a violência extrema e deixa o telespectador tenso do início ao fim, além de conseguir misturar toda a emoção de um jogo em primeira pessoa com tudo de bom que um filme de ação deve ter. Os mais críticos vão perceber que o roteiro praticamente não existe, mas isso não importa muito, pois se trata mais de uma experiência de linguagem visual, mas isso não impede que o trabalho de direção seja muito bom. E de quebra, ainda tem uma participação muito legal do Tim Roth, ator bem conhecido dos fãs do diretor Quentin Tarantino.

Como a Netflix não anunciou o dia exato do lançamento, é bom ficar atento a programação. Recomendadíssimo!

Em meados de março deste ano, fui convidado a participar da sala de imprensa do filme Hardcore Missão Extrema. Pra quem não sabe, a sala de imprensa é uma sessão exclusiva de determinado filme apenas para convidados que vão poder dar sua opinião antes da película estrear. Enfim, o fato…
Nota - 8

8

User Rating: Be the first one !
8

Sobre Cristiano Boti

Cristiano Boti
Filho da Leninha, pai da Belinha e do pequeno Sam, sãopaulino chato e baterista das bandas Lunatone e Gil Sant'Anna. Designer gráfico formado pela vida com pós-graduação nas ruas de São Paulo. Apreciador de boa música e de bons filmes. Fã de Jorge Ben, Beastie Boys, Tarantino e Chaplin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *